O serviço de urgência de pediatria do Hospital Garcia de Orta, em Almada, está em risco por falta de médicos.

O alerta é da Federação Nacional dos Médicos e do Sindicato dos Médicos da Zona Zul, que pedem a transferência de profissionais de outros hospitais .

Em Almada, o serviço de pediatria tem apenas sete pediatras para assegurar diariamente a urgência. Três não trabalham no período noturno, por terem ultrapassado o limite de idade obrigatório.

O alerta dos sindicatos surge na sequência da saída de 13 pediatras no ano passado, e quatro ameaçam sair também se o problema não se resolver.

A escala de serviço apresenta-se todos os dias incompleta. 

O novo alerta foi dado esta manhã, depois de uma reunião dos dois sindicatos.