Seis vacas estão mortas numa exploração pecuária de Cantanhede. Uma decisão da Direção-geral de Veterinária (DGV) impede o trânsito de animais, mortos ou não, o que pode levar a um risco para a saúde pública.

A decisão da DGV sequestrou aquelas instalações a 30 de agosto, porque alguns dos animais não tinham os brincos identificativos.

Funcionários da GNR, da DGV e da Câmara Municipal de Cantanhede estiveram no local esta quinta-feira, mas os animais mortos continuam no terreno.

Os donos da exploração querem resolver o problema o mais rápido possível, para que possam retomar a sua atividade.

Não sabemos o que fazer, estamos à espera", explica a dona da exploração.