A mulher de 61 anos, doente cardíaca, que morreu, no Porto, após ser vacinada contra a covid-1, recebeu a vacina da Pfizer, sabe a TVI.

A vítima, que recebeu a primeira dose da vacina da Pfizer, teve uma reação quase imediata. O INEM transportou a mulher para o Hospital de S. João, mas nada evitou o óbito.

A causa da morte é, ainda, desconhecida e só depois da autópsia se saberá se há alguma relação de causa-efeito com a vacinação anticovid.

Segundo revelou a Administração Regional de Saúde do Norte, a senhora era uma doente dependente, portadora de doença cardíaca em estado muito avançado.

Apesar da situação clínica grave foi indicada para vacinação e, depois de todos os esclarecimentos, aceitou ser inoculada com a primeira dose da Pfizer.

O agrupamentos de centros de saúde onde a mulher estava inscrita está a averiguar o cumprimento de todos os procedimentos clínicos definidos.

Veja também:

Victor Pinto / CM