O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, foi constituído arguido no processo de reconstrução das casas destruídas no incêndio de 2017.

O autarca é um dos 11 arguidos já constituídos no inquérito da Procuradoria-Geral da República.

Recorde-se que uma investigação da TVI denunciou ilegalidades neste processo e acompanhou todo o caso. Até agora são 46 as casas reconstruídas ilegalmente.

Ao que a tvi conseguiu apurar no processo constam barracões que foram transformados em casas e casas de segunda habitação reconstruídas com acesso a apoios públicos.

A investigação mostrou ainda testemunhas que garantiram ter sido aconselhadas pela autarquia a cometer ilegalidades.