A PSP vai participar ao Tribunal de Família e Menores de Viana do Castelo a alegada agressão, nesta terça-feira, a uma jovem de 17 anos, cometida por três raparigas, disse à agência Lusa o segundo comandante daquela força policial.

De acordo com Raúl Curva, a vítima, "que recebeu tratamento hospitalar, é estudante da Escola Tecnológica Artística e Profissional (ETAP) e as outras três jovens estão institucionalizadas".

O comandante explicou que, por se tratar de um crime público, o caso será participado ao Tribunal de Família e Menores e à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco (CPCJ) de Viana do Castelo.

Contactada pela agência Lusa, a administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) escusou-se a prestar esclarecimentos sobre o caso.