O uso de calções ou tops curtos é agora proibido em dois agrupamentos escolares do Norte do país. O novo regulamento proíbe também exibir o umbigo ou a alça do sutiã. Estas regras são aplicadas a todos os funcionários.

Quem for apanhado a espreitar revistas de mulheres semi-nuas ou mostrar a roupa interior por entre as calças descaídas, por mais que isso seja moda, pode ser chamado à atenção.

«São regras aplicadas aos alunos, professores, funcionários e pais. São regras aplicáveis a toda a comunidade educativa. Normalmente os alunos respeitam-nas, mas, quando não respeitarem, serão sancionados», disse Filinto Lima, da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas.
Redação / CP