Os bombeiros e a GNR estão a realizar buscas para localizar o corpo de um homem que alegadamente terá sido visto a boiar no rio Côa, nas proximidades de Vila Nova de Foz Côa.

Segundo fontes da Proteção Civil, o alerta foi dado pelas 16:13 de domingo e as buscas, que foram suspensas pelas 20:00, foram retomadas hoje às 08:00.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Foz Côa, Rafael Almeida, disse à agência Lusa que "o alerta foi dado via 112 e que o contactante informou que, alegadamente, estaria um corpo a boiar no rio Côa", junto da ponte que faz a ligação entres os concelhos de Vila Nova de Foz Côa e Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda.

Os bombeiros deslocaram-se ao local e a situação relatada não foi verificada, mas constataram que "havia um veículo abandonado em cima da ponte".

Contactos posteriores apuraram que o carro pertence a um homem com 52 anos, residente em Vila Nova de Foz Côa, que "foi dado como desaparecido pela família", disse Rafael Almeida.

As buscas estão a ser realizadas por 42 elementos, entre GNR, bombeiros de Foz Côa e mergulhadores, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda.

A Autoridade da Proteção Civil diz que estão igualmente 12 viaturas de apoio no local.