Um homem de 58 anos foi preso preventivamente na quarta-feira por ser suspeito de violar a sua cunhada, uma mulher com doença mental grave, em Miranda do Corvo, distrito de Coimbra, anunciou a Polícia Judiciária (PJ).

A PJ deteve o homem na terça-feira, que foi presente a primeiro interrogatório judicial na quarta-feira, tendo sido aplicada a prisão preventiva como medida de coação, afirmou a Diretoria do Centro, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Fonte da PJ referiu que o detido é "cunhado da vítima", sendo que "viviam todos juntos na mesma casa".

A mulher do suspeito era a tutora da vítima.

"Os abusos aconteceram em casa. O homem aproveitava-se da incapacidade da vítima para a abusar", visto que a mulher não "tinha capacidade de resistência", acrescentou a mesma fonte.

Os abusos já aconteciam "há algum tempo e de forma reiterada", mas a investigação da PJ não conseguiu determinar quantos crimes foram cometidos, referiu.

O homem de 58 anos não tinha antecedentes criminais.

/ HCL