O tribunal criminal de Almada condenou um homem a cinco anos de prisão efetiva pelo crime de violação.

Segundo o site da Procuradoria Geral Distrital de Lisboa, o acórdão, proferido na sexta-feira, deu como provado que o arguido obrigou o ofendido a ir para as traseiras de um prédio, na Moita, forçando-o a manter relações sexuais.

A violação ocorreu em 7 de julho de 2018 e o arguido encontra-se em prisão preventiva até trânsito em julgado da decisão.

O arguido foi ainda condenado a pagar uma indemnização de 10 mil euros.