Um homem de 54 anos foi detido pela PSP de Lisboa, através da Divisão de Investigação Criminal, por ser suspeito de agredir a mãe. Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa revela que a detenção foi feita na segunda-feira, na freguesia de Alvalade, em Lisboa, num quadro de Violência Doméstica.

Segundo aquela força policial, a mulher de 79 anos era vítima de agressões, pelo menos, desde 2004, "havendo alturas em que os episódios de agressão eram diários". Ao que a TVI24 conseguiu apurar, a vítima "desta vez" não necessitou de receber tratamento hospitalar, encontrando-se em casa, apoiada por técnicas especializadas e recebendo acompanhamento por parte da PSP.

"Com a rápida intervenção dos Polícias, quer afetos às Equipas do Programa de Apoio à Vítima (EPAV) quer os responsáveis pela Investigação Criminal, foi possível terminar com as agressões que eram infligidas, e impossibilitar que algo de mais grave sucedesse", acrescenta o comunicado. 

De acordo com a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, as agressões começaram quando o suspeito se divorciou e passou a residir com a mãe. A partir dessa data, que "o arguido a maltrata, física e psicologicamente, desferindo-lhe bofetadas, forçando-a a contactos de natureza sexual contra a sua vontade, dirigindo-lhe palavras ofensivas da sua honra e consideração e ameaçando-a".

Em comunicado, a PGDL diz ainda que o suspeito chegou a estar internado num serviço de psiquiatria hospitalar, mas depois da alta manteve os comportamentos agressivos, não tomando a medicação e ingerindo bebidas alcóolicas em excesso.

Presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, o suspeito viu-lhe ser aplicada a medida de coação de prisão preventiva (a executar em ala psiquiátrica), em razão da verificação dos perigos de continuação da atividade criminosa e de perturbação do inquérito.

De acordo com o relatório anual da APAV, em 2018 foram vítimas de violência doméstica 926 idosos, numa média de 18 agressões por semana e três por dia.

Na semana passada, um homem foi detido na Batalha por ameaçar a mãe de morte.

Agressões à filha na via pública

Já esta terça-feira de madrugada, na freguesia de Benfica, em Lisboa, foi detida uma mulher de 40 anos, por agredir a filha na via pública.

De acordo com o comunicado, a PSP revela que a mulher "desferiu vários socos na sua filha, de 20 anos, tendo a rápida intervenção dos polícias terminado com as agressões que eram infligidas, e impossibilitar que algo de mais grave sucedesse".

Saiba onde e como pedir ajuda em STOPVIOLÊNCIA