Um homem de 42 anos foi detido preventivamente por suspeita de violência doméstica sobre a mãe, de 75 anos, com quem vivia e da qual dependia economicamente, anunciou esta terça-feora a PSP.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) indica que a idosa “tem vindo a ser alvo de violência psicológica e física pelo agressor, com quem coabita”, e “chegou a ser ameaçada de morte por diversas vezes pelo suspeito, que lhe pedia dinheiro com frequência para sustentar os consumos ligados à toxicodependência”.

A PSP explica que a idosa, residente em Lisboa, denunciou o crime em julho de 2019 e, desde essa altura, foi sempre acompanhada pelos polícias da PSP através do policiamento de proximidade.

O suspeito já tinha sido detido em fevereiro de 2020, pelo mesmo crime, tendo sido impedido de se aproximar da vítima por ordem judicial.

Na altura dos factos, o agressor abandonou a residência onde coabitava com a sua mãe, cumprindo inicialmente a medida aplicada. Recentemente, foi verificado que o agressor voltou à residência em causa, continuando a perpetrar os crimes já descritos contra a vítima”, refere o comunicado do Cometlis.

A PSP diz que na quinta-feira, no âmbito do cumprimento de uma ordem judicial, o homem foi retirado da casa da vítima, onde regressou para fazer ameaças.

“O suspeito foi retirado da habitação pelos polícias, tendo regressado posteriormente onde voltou a ameaçar a vítima, coagindo-a a dar-lhe dinheiro, tornando-se agressivo, provocando medo e inquietação à vítima”, refere a PSP, que acabou por deter o homem na madrugada de sexta-feira.

/ SS