Um homem de 42 anos, residente em Paredes, distrito do Porto, suspeito de ter ameaçado de morte a mulher, recorrendo a arma de fogo, foi detido pela GNR, informou esta quarta-feira a autoridade policial.

Em comunicado, aquela força indica que o suspeito agrediu fisicamente, injuriou e humilhou a vítima, com a qual está casado há 19 anos.

O agressor já revelava alguns comportamentos agressivos antes de contraírem matrimónio e, após o casamento, passou reiteradamente a gritar perante qualquer contrariedade, criando um clima de terror no seio familiar", acrescenta a GNR.

Num dos episódios recentes de violência, "o agressor agrediu a vítima, causando-lhe hematomas e dores no corpo, com necessidade de receber tratamentos médicos numa unidade hospitalar".

O suspeito apresenta antecedentes criminais por ilícitos desta natureza e, "perante a gravidade dos factos", foi detido e a arma de fogo apreendida.

Depois de ouvido em tribunal, o arguido ficou proibido de contactar a vítima, de permanecer ou frequentar a habitação, de adquirir ou deter quaisquer armas de fogo e obrigado a proceder à entrega de todas as armas em seu poder.

/ JGR