A mulher de 43 anos que esfaqueou mortalmente na última madrugada o marido na residência do casal em Estarreja, no distrito de Aveiro, vai aguardar o desenrolar do processo em prisão preventiva, informou fonte policial. A notícia do crime foi avançada pela TVI.

A detida foi presente, ao final da tarde, a primeiro interrogatório judicial no Departamento de Investigação e Ação Penal de Aveiro, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa.

​​​Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) disse que o crime ocorreu esta madrugada "na sequência de uma discussão entre um casal, em contexto de violência doméstica".

Poucos minutos após a ocorrência dos factos a GNR chegou ao local tendo detido a autora do crime", referiu a mesma nota.

A PJ foi chamada ao local das agressões, em Beduído, por se tratar de um crime da sua competência, tendo procedido à recolha de vestígios e necessárias diligências de investigação no cenário do crime.

Em declarações à Lusa, o comandante dos Bombeiros de Estarreja, Joaquim Rebelo, disse que quando chegaram ao local depararam com "um indivíduo no chão com uma facada”.

O mesmo responsável adiantou que foram feitas manobras de reanimação, sem sucesso, tendo o óbito sido declarado no local pela equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica.

/ AG