Um homem detido na quarta-feira, em Marco de Canaveses, pela GNR, que terá agredido uma mulher, com quem tinha uma relação extraconjugal, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, segundo informa a autoridade.

O detido, de 59 anos, terá agredido fisicamente a vítima, de 55 anos, na via pública, que teve de receber atendimento hospitalar devido às lesões que sofreu.

Segundo foi apurado na investigação policial, o suspeito manteve a relação extraconjugal com a vítima durante 23 anos. Nesse período, a mulher terá sido humilhada e inferiorizada pelo suspeito, que demonstrou "sempre um comportamento obsessivo e controlador", segundo um comunicado da GNR.

A mulher foi também vítima de ameaças de morte, via telefone.

Os militares da GNR realizaram duas buscas domiciliárias e uma em veículo que permitiram a apreensão de duas caçadeiras e dois telemóveis.