A Polícia Judiciária anunciou esta terça-feira a detenção de um homem suspeito de «inúmeros crimes de rapto», ofensas à integridade e tráfico de droga, que cometeria integrado num grupo mais vasto do qual já foram detidos 11 elementos.

O detido, que ficou em prisão preventiva, fazia parte de um grupo de homens entre 25 e 40 anos que usavam armas de fogo para «manietar e agredir violentamente» vítimas que levavam para «cárceres» onde as mantinham presas e ameaçavam de morte.

Na operação que levou à sua detenção, a polícia apreendeu ainda cocaína suficiente para 400 doses individuais.

Dos 11 elementos do grupo detidos pela Judiciária, nove estão presos preventivamente por factos ocorridos em Março de 2006 na zona de Alcântara e no Seixal, onde cinco vítimas estiveram presas durante três dias.
Redação / CLC