Um homem de 23 anos ficou em prisão preventiva, a medida mais gravosa, depois de ter sido detido pelo crime de violência doméstica, na quinta-feira, na localidade da Assafora, em Sintra, no distrito de Lisboa, anunciou a GNR.

De acordo com as forças policiais, o suspeito foi detido no cumprimento de um mandado, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas.

“No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da guarda apuraram que o suspeito agredia física e psicologicamente a companheira, de 33 anos, na presença de dois filhos menores, fruto de um relacionamento anterior da vítima”, pode ler-se em comunicado.

As agressões terão começado em agosto de 2019, intensificando-se até agora, e o homem já tinha sido condenado a uma pena de um ano e seis meses de prisão, suspensa na sua execução.

/ AM