A GNR anunciou hoje ter identificado uma mulher, de 35 anos, suspeita de ter burlado outra mulher, que tem incapacidade cognitiva, ficando-lhe com dez mil euros, no concelho de Viseu.

Segundo a GNR, a vítima, de 24 anos, "encontrava-se a frequentar um curso para se tornar autónoma e sair da instituição" onde estava a residir.

Durante o curso, "conheceu a suspeita que rapidamente ganhou a confiança dela, acabando por lhe subtrair dez mil euros", acrescenta.

A GNR refere que a instituição suspeitou da relação entre as duas e que denunciou a situação.

A GNR realizou então uma busca domiciliária, tendo conseguido recuperar 1.400 euros, além de ter apreendido “um automóvel que havia sido adquirido com o produto do ilícito".

A suspeita foi constituída arguida, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial de Viseu.