O nevoeiro matinal obrigou, este sábado, dez aviões a divergir para Faro e provocou atrasos no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, confirmou a ANA - Aeroportos de Portugal à agência Lusa.

Segundo fonte oficial da gestora aeroportuária, houve vários constrangimentos no aeroporto de Lisboa pela falta de visibilidade. O aeroporto de Lisboa esteve em LVO (Low Visibility Operations) pela falta de visibilidade.

O último voo a divergir para Faro ocorreu às 09:40.

Mau tempo no ar e greve em terra

Relativamente à greve dos trabalhadores do 'handling' (assistência em terra), a mesma fonte da ANA - Aeroportos de Portugal informou que "não está a ter impactos".

A ANA - Aeroportos de Portugal pede aos passageiros para chegarem com antecedência e de preferência com bagagem de porão.

Em comunicado, a gestora dos aeroportos portugueses advertiu na quinta-feira que "é previsível que o processamento de passageiros nos aeroportos nacionais venha a sofrer constrangimentos", devido às greves convocadas para os dias 24, 27, 28, 29 e 30 de dezembro, recomendando que "durante os dias abrangidos pelos pré-avisos de greve, se apresentem no aeroporto respetivo com a devida antecedência e sigam as instruções transmitidas pela sua companhia aérea".

Na mesma nota, a ANA sugere aos passageiros que privilegiem a utilização de bagagem de porão, reduzindo o transporte de bagagem de cabine, "facilitando assim o processo de controlo de segurança de pessoas e bens".

Redação / CF - Notícia atualizada às 11:00