Mais de 5.000 militares da GNR vão estar mobilizados no domingo para acompanhar as eleições para o Parlamento Europeu, assegurando as condições de segurança e a distribuição, recolha e entrega dos boletins de voto, indicou, esta sexta-feira, a corporação.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana refere que vai adotar, no domingo, um dispositivo policial para que as eleições Europeias decorram “com tranquilidade, em segurança e em normais condições de ordem pública”.

A GNR indica que vai empenhar, na sua área de responsabilidade, mais de 5.000 militares, que irão tomar “as medidas indispensáveis para assegurar aos cidadãos o exercício dos seus direitos, liberdades e garantias”, sendo também responsáveis pela distribuição dos boletins por todas as assembleias de voto e, no final, proceder à sua recolha e entrega nas respetivas Câmaras Municipais.

A GNR refere ainda que durante o ato eleitoral vai proceder, através do seu Centro Integrado Nacional de Gestão Operacional, à monitorização de todas as ações desenvolvidas no processo de distribuição, recolha e entrega dos boletins de voto, assim como de possíveis incidentes ou alterações da ordem pública.