Morreu esta quinta-feira Francisco Canas, um dos principais arguidos no caso "Monte Branco", confirmou fonte próxima à TVI.

Francisco Canas, conhecido como "Zé das Medalhas", era suspeito de ter conseguido fazer sair de Portugal vários milhões de euros de clientes, livres de impostos.

Canas tinha uma loja na baixa lisboeta, a Montenegro Chaves, uma casa de câmbio por onde passaria o dinheiro enviado para o estrangeiro. O proprietário da loja seria o intermediário do gestor suíço Michel Canals e receberia uma comissão pelas transações efetuadas, nomeadamente, para contas na Suíça.

Empresários e políticos terão recorrido aos serviços de Francisco Canas.

Esteve detido e em prisão domiciliária até 2013.

O processo Monte Branco envolve, também, Michel Canals, Nicolas Figueiredo, José Pinto, Ricardo Arcos Castro, José Carlos Gonçalves e Francisco Canas (sobrinho com o mesmo nome).

Francisco Canas também foi arguido no processo Homeland.

As causas da morte de Francisco Canas não são ainda conhecidas.