O líder parlamentar do PCP, Bernardino Soares, considerou hoje que a mensagem de Natal do primeiro-ministro visou «esconder as responsabilidades do Governo» pela conjuntura de crise e sublinhou que o investimento público ficará abaixo de anos anteriores.

«É uma mensagem que visa em primeiro lugar continuar a esconder as responsabilidades do Governo, que continua a atirar toda a responsabilidade pela situação do país para a crise internacional», afirmou Bernardino Soares, em declarações à Agência Lusa.

O líder da bancada comunista lamentou que a «determinação» de José Sócrates esteja para «continuar a fazer a sua negativa política» e considerou inaceitáveis «algumas referências» sobre as políticas de apoio ao emprego.

«A própria iniciativa para o investimento e o emprego para fazer face à crise está, nos programas de criação de emprego e apoio às pequenas e médias empresas, abaixo dos 25 por cento de execução», sublinhou.

Quanto à esperança manifestada por José Sócrates de que o próximo ano seja de recuperação económica, Bernardino Soares assinalou que «o primeiro-ministro e o ministro das Finanças andam a anunciar a recuperação económica há vários meses».

«É evidente que o investimento público é determinante, mas é preciso lembrar que o investimento público está por exemplo abaixo daquilo que existia no início da legislatura anterior com Governo PS. Falar de aposta no investimento público com estes dados é uma grande hipocrisia», afirmou Bernardino Soares.

Na mensagem de Natal que dirigiu hoje aos portugueses, José Sócrates manifestou a esperança de que 2010 seja um ano de recuperação económica, tendo como base o investimento público.

Leia aqui a mensagem de Natal do primeiro-ministro
Redação / JF