Caso não perca este domingo com o Boavista, o Sporting alcança uma série inédita de quatro jogos sem derrotas esta época.

Silas admitiu que o fim do mercado de transferências ajudou a estabilizar a equipa e deu como exemplo o caso de Bruno Fernandes, que acabou por rumar ao Manchester United perto do fim da janela.

«A instabilidade do mercado de inverno, tanto aquela como a que acontece depois de a época começar, é sempre muito má para as equipas. Para nós acho que foi ainda pior, porque mexia com um jogador que era fundamental. Inconscientemente, acho que o Bruno estava mais fora do que aqui nos últimos jogos. E eu consigo perceber isso. Tinha uma possibilidade que só acontece uma vez na vida e que ele merece. Vocês sabem que ele é dos melhores onde chega. A instabilidade, que acho que havia com ele, acabou por mexer connosco», disse o treinador do Sporting na antevisão ao jogo com os axadrezados.

Silas acrescentou que Bruno Fernandes não foi o único jogador do Sporting a viver um período de instabilidade e deixou um desabafo relativamente ao papel dos empresários no futebol moderno. «Havia mais jogadores que estavam nesssa posição e que acho que não estavam a 100 por cento aqui. Comigo também aconteceu e é muito difícil alhearmo-nos do que está à nossa volta e hoje ainda mais. Às vezes os agentes mexem muito com o futuro dos jogadores e deviam afastá-los um bocado dessas movimentações e fazem-no ao contrário», rematou.

David Marques / Academia do Sporting, Alcochete