A Unicer fechou o ano de 2009 com lucros superiores a 20 milhões de euros, um crescimento de mais de 12 pontos percentuais face a 2008.

O volume de facturação líquida, marcado pela quebra de 10% das exportações, registou um ligeiro decréscimo, fixando-se nos 486 milhões de euros.

A Unicer encerrou o exercício anual com resultados positivos, num período que fica marcado por uma conjuntura económica desfavorável, pela crise de consumo global e por dificuldades de exportação, pode ler-se no comunicado enviado pela empresa.

A Unicer continua a apostar na expansão internacional, o que assegura 30% da facturação total, com vendas líquidas superiores a 106 milhões de euros.

Continuando a liderar nas exportações de cerveja para Angola, país que recebe 60 por cento das exportações da empresa e representa 18 por cento do volume de vendas, a Unicer iniciou também actividade em novos mercados, como a Jordânia, Emiratos Árabes Unidos (com referências Super Bock sem Álcool e Água das Pedras), Israel e Palestina, e desenvolveu ainda parcerias na área da distribuição na Ásia e Austrália.