O Sporting e o Sp. Braga abrem a nova época futebolística neste sábado, em Aveiro, quando entraram em campo para disputar a Supertaça Cândido Oliveira.

Conhecedor do conjunto minhoto, clube no qual iniciou o percurso no futebol profissional, Ruben Amorim alerta para a capacidade do adversário, defendendo que a menor pressão com que entra em campo num confronto diante de um dos chamados ‘grandes’, até pode ser uma vantagem para a equipa de Carvalhal.

«O Sp. Braga tem capacidade para lutar por todos os jogos. Quando eu estava lá senti que as pessoas querem que o clube dê um passo em frente. Não tem a responsabilidade e acho que isso é uma grande vantagem. Isso é bom para o clube. Mas, por exemplo, tem jogadores mais experientes do que nós e pode vencer qualquer jogo na Liga e tudo é possível.», começou por dizer na antevisão à partida, antes de realçar aquela que considera a principal diferença entre o campeão nacional e o detentor da Taça de Portugal.

«O Sp. Braga só não tem o mesmo historial nem o pedigree que os três 'grandes'. Cresceu muito mas isso é uma coisa que demora anos a construir. Agora, há que ter sempre o Sp. Braga em atenção», sublinha.

Adérito Esteves / Estádio José Alvalade, Lisboa