Nuno Campos, treinador do Santa Clara, em declarações na sala de imprensa do estádio São Miguel, após a vitória por 3-1 frente ao FC Porto, numa partida da 2.ª jornada do grupo D da Taça da Liga:

«É uma vitória muito importante para o Santa Clara porque é histórica. É a primeira vez que o FC Porto perde para as competições internas (nesta temporada). E isso demonstra bem o poderio e a força de uma equipa como o FC Porto.

É a segunda vez que o Santa Clara ganha ao FC Porto, o que demonstra que não é algo que aconteça normalmente, e os nossos jogadores têm esse mérito. Fizeram um grande jogo. Não conseguimos ainda nada, porque falta o jogo entre o Rio Ave o FC Porto. Por isso, não faz qualquer sentido falar na final-four.

O treinador que antes esteve aqui fez um grande trabalho. Eu sou um treinador diferente porque sou outro. Vou fazer um trabalho à minha maneira e naturalmente que as coisas não são iguais entre dois treinadores.  Eu usei a minha fórmula. A minha fórmula tem sempre um quê da minha mão. Isto é como fazer um bolo: metemos a mão na massa e cada um faz um pouco à sua forma.»

Rui Pedro Paiva / Estádio de São Miguel, Açores