Sem que nada o fizesse prever, jogadores do Paços de Ferreira e do Famalicão, e restante staff de ambos os emblemas, desentenderam-se no final do jogo que opôs os dois clubes a contar para a Taça de Portugal.

Quando se dirigiam para os balneários elementos das duas equipas desentenderam-se e registaram-se vários empurrões, levando inclusive a que os jogadores recuassem e regressassem ao relvado.

Os adeptos, que iam trocando apupos entre si, acabaram também eles por virar atenções para o relvado, uma vez que os jogadores estavam aos empurrões junto à baliza que se situa junto ao túnel de acesso aos balneários.

Rapidamente os ânimos acabaram por serenar e os jogadores dos dois clubes regressaram ao túnel. Na conferência de imprensa os dois técnicos disseram que não presenciaram o acontecimento.

Bruno José Ferreira / Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos