A FIGURA: Trincão

Que qualidade do menino que foi, a par do benfiquista Jota, o melhor marcador do Euro sub-19 no ano passado. Na etapa complementar manteve a toada e por pouco não assistiu Rui Fonte para o empate, aos 70 minutos: no momento do passe, o avançado estava ligeiramente adiantado. Tem recursos técnicos raros e fez uso deles para pôr a cabeça em água aos defesas do campeão nacional.

 

O MOMENTO: 2-1 de Vinícius. MINUTO 62

O golo que decide o jogo nasce de uma soberba recuperação de bola de Ferro, mais errático esta noite do que o habitual. Taarabt descobriu depois o brasileiro em profundidade. Não é claro que o remate fosse para a baliza de Tiago Sá, que abordou o lance de forma deficiente.

 

OUTROS DESTAQUES

Chiquinho: se as coisas lhe tivessem saído na perfeição, teria feito um dos melhores jogos de águia ao peito. Participou no melhor que o Benfica produziu ofensivamente, rematou ao ferro direito na primeira parte e esteve perto de sentenciar o jogo nos minutos finais. Faltou-lhe algum critério na definição.

Pizzi: mais um capítulo escrito na melhor época da carreira. E vão 19 ao serviço do Benfica (20 com a Seleção). Empatou num remate colocadíssimo e fez um passe de morte para Vinícius pouco antes do 2-1. Não foi o protagonista maior da noite, mas voltou a exibir-se a um nível elevado.

Vinícius: travou uma das batalhas mais titânicas com os defesas adversários enquanto jogador do Benfica e chegou a perder a paciência após um lance com Wallace já na segunda parte. Antes de apontar o segundo do Benfica, a meias com Tiago Sá, esteve perto de marcar, mas aí, numa abordagem bem mais complicada, o guardião bracarense cumpriu a missão. Bem a reter a bola, serviu Pizzi para o golo do empate.

Sequeira: excelente envolvimento nas ações ofensivas pelo corredor esquerdo. Foi dele o cruzamento que terminou em autogolo de Ferro e esteve perto de marcar na marcação de um livre direto aos 25 minutos.

Bruno Viana: limpou quase tudo o que havia para limpar, tendo acumulado cortes muito importantes graças a um excelente sentido posicional que lhe permitiu chegar primeiro e sem grande esforço aos lances.

David Marques / Estádio da Luz, Lisboa