Jorge Jesus, treinador do Benfica, na sala de imprensa de Paredes depois da vitória por 1-0: 

«O Benfica tem dois bons guarda-redes. Esta é uma posição específica e o que der mais garantias, em especial em jogo… mas hoje não foi um bom jogo para testar o Helton, o Paredes quase não rematou. Confiamos nele, como confiamos no Vlachodimos. O Benfica está bem servido nesse aspeto.»

[sobre os problemas na defesa]

«O Benfica hoje sofreu golos? Essa pergunta não tem nada a ver com o jogo. Até à quinta jornada éramos a equipa com menos golos sofridos e depois levámos seis golos. Não foi possível trabalhar sobre isso depois da derrota contra o Sp. Braga. Hoje o Ferro e o Jardel estiveram bem, mas digo o mesmo sobre eles que disse sobre o Helton. O Paredes não lhes colocou cenários difíceis e contra avançados de qualidade é que a gente vê. Até o João Ferreira esteve bem, depois teve cãibras. O Gilberto fez hoje o melhor jogo desde que chegou ao Benfica.»

[sobre o Paredes]

«No Paredes? Não tenho muita noção do que é o valor das equipas do Campeonato de Portugal. Senti uma equipa bem organizada, defensivamente criou-nos dificuldades e não quis sofrer golos. Ofensivamente não apareceu e isso deve-se já à qualidade individual dos jogadores e não tanto do treinador. Teve um ou outro jogador que se destacou, acima de tudo foi uma equipa bem organizada e isso penso que se deve ao bom trabalho do seu treinador.»


 

Pedro Jorge da Cunha / na Cidade Desportiva de Paredes