O treinador do Trofense, António Barbosa, em declarações na conferência de imprensa após a derrota frente ao Sp. Braga (1-2), em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal:

[Estratégia para o jogo] «Jogámos olhos nos olhos porque sentimos que os jogadores tinham essa personalidade, fomos ao encontro daquilo que temos vindo a trabalhar. O adversário era fortíssimo e queríamos condicionar a estratégia deles, mas este é o nosso futuro e o nosso caminho.»

[Jogo seria diferente sem a expulsão?] «Provavelmente seria diferente, seguramente com onze seria mais fácil, mas temos de viver com isso. Fica a capacidade dos jogadores se reorganizarem e criarem situações de perigo contra uma equipa fortíssima.»

[Motivação extra nos últimos jogos] «Temos vindo a construir uma equipa com um carácter diferente, com intuito de unir e fazer reerguer o clube e uma cidade que gosta de futebol. Para reaproximar as pessoas temos de ganhar, queremos chamar os trofenses, e isso consegue-se desde a forma de jogar até à forma de estar»

[Elogios de Carvalhal] «De realçar a gentileza de quem teve o mérito de subir paulatinamente na carreira e que valorizou o nosso trabalho. É a postura que precisamos no futebol português.»

André Cruz