Talento para crescer» é um espaço em que é dada voz aos treinadores. Da II Liga à Liga revelação, a opinião dos técnicos em relação a um craque para o futuro. Críticas e sugestões para vem.externo@mediacapital.pt.

Da II Liga à Liga Revelação, o talento abunda. Ninguém está mais habilitado do que um técnico que está ou esteve inserido numa dessas competições para falar acerca de um possível craque para o futuro.

Esta semana o Maisfutebol conversou com Sérgio Vieira, treinador que passou pelo Moreirense e que orientou o Famalicão esta temporada. Sem querer destacar jogadores do plantel famalicense, o técnico de 36 anos elegeu três futebolistas que mais lhe agradaram: David Carmo (Sp. Braga B), Edmond Tapsoba (V. Guimarães B) e Pedro Henrique (Benfica B).

«O David Carmo é um central esquerdino e tem potencial para jogar na I Liga. É um futebolista muito focado, rápido e um técnica interessante. Além disso, constrói com muita facilidade. Estes são os aspetos que saltam à vista. O Edmond Tapsoba tem parecenças com o David Carmo. É forte no jogo aéreo, rápido e apresenta um nível técnico muito bom», descreveu Sérgio Vieira.

O treinador destacou também Pedro Henrique, avançado que o Benfica recrutou ao Leixões no último mercado de transferências. «Já o conhecia do Brasil. É um avançado que conhece os espaços para atirar à baliza, finaliza bem e é muito forte do ponto de vista técnico. Conjuga esses atributos com uma estatura física muito interessante», disse.


OUTRAS EDIÇÕES DA APOSTA DE:

A aposta de... Chiquinho Conde: Leonardo Ruiz, astúcia e poder de fogo

A aposta de... Miguel Leal: Jota, criatividade e qualidade de decisão

A aposta de... Dito: João Félix, o menino que lhe lembra Cruijff

A aposta de... Carlos Pinto: Luther Singh, um talento escondido

A aposta de... Vítor Oliveira: Jota, acima da média e sentido coletivo

A aposta de... Filipe Gouveia: Bernardo e Ofori, talentos esquecidos no Mar

A aposta de... Rui Duarte: os melhores de cada equipa B

A aposta de... Wender: Filipe Soares, o menino do Estoril

A aposta de... Fernando Valente: Rubio, o hondurenho talentoso

A aposta de... Luís Freire: um talentoso trio de 19 anos

Vítor Maia