Aprendem, conversam e convivem como pessoas verdadeiras, mas não existem no mundo real, apenas nos ecrãs. Chamam-se NEON’s e a gigante sul-coreana Samsung espera que desenvolvam personalidades que os tornem companheiros amigáveis, apresentadores de televisão, porta-vozes políticos e até instrutores de ioga.

O NEON é como um novo tipo de vida. Existem milhões de espécies no nosso planeta e esperamos acrescentar mais uma. Os NEONs serão nossos amigos, colaboradores e companheiros, continuamente a aprender, evoluir e a formar memórias das suas interações", diz o presidente do STAR Labs (abreviatura para Samsung Technology & Advanced Research).

 

No suporte a estas promessas da Samsung está uma plataforma tecnológica, também em desenvolvimento, com o nome de código Core R3 (R de Realidade, Tempo Real e Responsivo). Este núcleo de processamento é o responsável por todo o funcionamento desta inovação tecnológica. O Core R3 funciona como um cérebro, que recebe a informação, analisa e depois envia a resposta processada para o utilizador.

Com recurso a redes neurais e outras técnicas de inteligência artificial, a Core R3 estará equipada com informações sobre a aparência dos seres humanos, a forma como se comportam, reagem e interagem entre si. O objetivo é, de acordo com o STAR Labs, "criar computacionalmente uma realidade natural para lá do que a perceção normal pode distinguir".

A Samsung fará demonstrações práticas aos visitantes da CES 2020 durante toda a semana.

A CES é a maior feira de tecnologia do mundo. Anualmente, milhares de inovações na área da tecnologia são apresentadas ao mundo com o objetivo de revolucionar os mercados e testar os produtos junto dos consumidores.

 A CES 2020 arrancou em Las Vegas a 7 de janeiro e termina esta sexta-feira.

Veja também: 

/ DA