A Apple apresentou, esta terça-feira, os novos produtos da marca num evento conduzido por Tim Cook. O primeiro anúncio feito pelo presidente da Apple foi o Apple Arcade, uma subscrição de jogos que estará disponível a partir de 19 de setembro (por 4,99 € por mês após o período experimental gratuito de um mês) e conta com os maiores produtores de jogos como Konami e Capcom.

"Uma só assinatura com acesso ilimitado. No outono já terás mais de 100 jogos novos", pode ler-se no site da marca.

Seguiu-se a apresentação do novo serviço de streaming da marca, o Apple TV+, disponível a partir de 1 de novembro e que vem competir diretamente com a Hulu/Disney+/Netflix. A subscrição chega a um preço competitivo de 4,99 euros por mês (pacote família até seis pessoas) e para quem comprar um novo iPhone o iPad o serviço é grátis por um ano.

Novo iPad?

Parece que sim. Tim Cook apresentou um novo iPad com um display retina com 10.2 polegadas, feito 100% com alumínio reciclado. Mas, para os utilizadores de iPad, apesar dos upgrades, este iPad é em muito semelhante ao iPad Pro apresentado no ano passado... mas em ponto mais pequeno.

O iPad da 7.ª Geração estará disponível no final do mês a partir de 399 euros.

Apple Watch

Apple Watch Series 5. A nova coqueluche da marca chega a 20 de setembro - com preços desde os 459 euros - e traz novamente novidades que ajudam à saúde dos utilizadores e que, segundo a marca, as anteriores ajudaram muitos utilizadores (como documenta o vídeo).

O novo relógio tem incorporado um estudo de barulho - que permite ver como os barulhos altos afetam a audição - e uma aplicação que estuda o ciclo hormonal da mulher. 

Outra das novas características é o display "sempre ligado" o que aproxima o modelo da Apple de um relógio normal.

Novos iPhones

iPhone 11 e iPhone 11 Pro. Os designs dos novos iPhones não são surpresa para ninguém, uma vez que as imagens dos aparelhos já tinham sido divulgadas online por vários sites de tecnologia.

O primeiro iPhone está disponível em cinco cores e a grande diferença reside nas câmaras que permitem agora fotografias em grande angular, fotos em close-up e há um novo Modo Noite que vai permitir fotografias em ambientes noturnos com luz reduzida.

Os preços para a gama mais baixa do novo iPhone começam nos 829 euros.

Quanto ao iPhone Pro, o menino dos olhos da marca, que segundo Tim Cook é o "mais poderoso e o mais avançado iPhone" que a Apple construiu. 

O sucessor do iPhone XS apresenta uma câmara tripla - que disparam ao mesmo tempo - que aumenta a qualidade das fotos, permite novos ângulos e tem também o novo Modo Noite. Também a câmara frontal foi melhorada e agora apresenta uma resolução de 12 megapixéis. 

O iPhone 11 Pro tem ainda novas características no que toca ao vídeo, que agora tem resolução 4K e audio Dolby Atmos.

Este iPhone chega em dois modelos, o iPhone 11 Pro e o iPhone 11 Pro Max, disponíveis por 1179 e 1279 euros, respetivamente. Estarão disponíveis a 20 de setembro.

iPhone 11 Pro