Mesmo que usemos um eletrodoméstico todos os dias (e pensemos que o conhecemos como ninguém), cometemos erros e, muitas vezes, não aproveitamos todo o seu potencial. E algumas práticas aumentam mesmo o consumo de energia.

Um artigo publicado na BBC mostra cinco desses erros mais comuns.

Guardar alimentos em qualquer lugar do frigorífico

Aqueles alimentos que devem ser consumidos mais rapidamente e que não devem ser guardados durante muito tempo, como carne ou peixe fresco, devem ser colocados na prateleira que está acima da gaveta dos legumes. Essa é a zona mais fria do frigorífico.

Produtos como ovos ou lacticínios devem ser armazenados na prateleira do meio.

As prateleiras da porta são os sítios menos frios do frigorífico e onde devem ser guardados produtos que não necessitam de muita refrigeração, como bebidas, molhos ou manteiga.

E se já se sentiu tentado a colocar o recipiente da sopa, por exemplo, ainda morna no frigorífico é melhor reconsiderar. Fazê-lo antes de arrefecer por completo pressiona o aparelho a aumentar rapidamente a temperatura, consumindo assim muito mais energia.

Abrir o forno para ver se o "prato" já está pronto

Abrir a porta do forno faz com que a temperatura baixe entre 25 e 50 graus. Isso leva a que o consumo de energia seja maior, uma vez que terá de ficar ligado por mais tempo. Portanto, não o deve fazer.

Já desligar o forno antes de o prato estar pronto é uma boa opção, porque poupa energia e o calor residual é suficiente para terminar o processo.

Passar a loiça por água antes de a colocar na máquina

É importante retirar os resíduos da loiça antes de a colocar na máquina, mas não é preciso limpar tudo, prática que representa um gasto extra de água. Para evitá-lo, os restos podem ser retirados com a ajuda de talheres ou guardanapos.

Colocar os talheres de “cabeça” para baixo na máquina

Para que os talheres fiquem limpos devem ser colocados de forma correta, ou seja, é preciso que haja espaço entre eles, para que a água consiga circular.

Devem ser colocados no cesto específico, com as facas colocadas com a ponta para baixo, para que não se magoe, e as colheres e os garfos com a “cabeça” para cima.

Também não se devem sobrepor tachos e panelas.

Encher a máquina de lavar roupa pela ordem errada

A máquina não deve estar demasiado cheia nem vazia. Isto porque muita roupa vai sobrecarregar a máquina e impedir o bom funcionamento e pouca roupa vai significar um consumo excessivo de água. Deve também colocar a roupa mais suja no fundo do tambor.

/ BM