A Pfizer afirmou esta segunda-feira que a vacina desenvolvida contra a covid-19 é eficaz em crianças entre os cinco e os 11 anos, informando que vai avançar para um pedido de autorização para a utilização do produto naquela faixa etária nos Estados Unidos.

Recorde-se que o produto está já a ser utilizado em larga escala em pessoas com mais de 12 anos, como é o caso de Portugal.

Este será um passo importante para a vacinação nos mais jovens, numa altura em que milhões de crianças regressam às aulas em todo o mundo.

Nos testes levados a cabo nas crianças entre cinco e onze anos, a Pfizer utilizou um terço da dose normal, verificando-se no fim que a proteção conferida pelas duas doses era a mesma que nos mais velhos.

António Guimarães