Uma bola de fogo cruzou os céus do sul da Península Ibérica durante a Super Lua da semana passada, a 110 mil quilómetros por hora.

Em Toledo, Granada e Sevilha, vários observatórios registaram o fenómeno, depois das 3:00 da madrugada de 15 de novembro.

Segundo a análise do especialista José María Madiedo, da Universidade de Huelva, a bola de fogo teve origem num fragmento do cometa Encke que, ao entrar na atmosfera da Terra, acabou por desintegrar-se.

O impacto ocorreu a cerca de 108 quilómetros acima de Granada, perto da cidade de Algarinejo. Depois, a bola moveu-se rapidamente para nordeste, extinguindo-se a cerca de 60 quilómetros acima de Jaen.