"É como se fosse um selo de correio, com moléculas muito pequenas que se tornam sensores e reagem a variações de temperatura, exposição à luz e à humidade, assim como a outras propriedades dos alimentos", avançou esta terça-feira à agência Lusa Tiago Cunha Reis.




"Em qualquer momento e em qualquer lugar sei qual o produto que tenho e qual o seu estado de conservação. "