Duas mulheres astronautas da NASA fizeram esta sexta-feira o primeiro passeio espacial exclusivamente feminino: Christina Koch e Jessica Meir saíram da Estação Espacial Internacional para substituírem uma unidade de controlo de potência que se avariou nos últimos dias, um dispositivo que regula as baterias que distribuem eletricidade na Estação Espacial Internacional, e que estava em funcionamento há 19 anos, escreve o The New York Times.

A saída da Estação Espacial Internacional de Koch e Meir acontece sete meses depois da data inicialmente planeada. Fou preciso adiar a ocasião porque só havia na Estação Espacial Internacional um fato de astronauta de tamanho médio, e eram necessários dois. Um segundo foi enviado já em outubro, depois de a agência espacial norte-americana ter sido alvo de críticas de sexismo, uma vez que tinha à disposição apenas fatos maiores e normalmente usados por homens.

O passeio começou pouco antes da uma da tarde desta sexta-feira e deverá durar cerca de cinco horas e meia, durante as quais as astronautas trabalharão no exterior mas sempre presas à Estação Espacial Internacional. A saída estava inicialmente marcada para o dia 21 de outubro, mas devido à avaria no equipamento de distribuição de eletricidade foi necessário antecipá-la por alguns dias.

Julgo que é importante por causa da natureza histórica daquilo que estamos a fazer", disse Christina Koch. antes do passeio espacial. "No passado, as mulheres nem sempre foram consideradas. É maravilhoso contribuir para o programa espacial numa altura em que todas as contribuições são aceites, em que todas as pessoas têm um papel", sublinhou. 

Até ao dia de hoje, 14 mulheres e 213 homens tinham feito passeios espaciais, mas este foi o primeiro exclusivamente feminino. Foi transmitido em direto na Internet e acompanhado com entusiasmo nas redes sociais.