Quinze novas espécies de aves foram identificadas na Amazónia no Brasil, a maior descoberta de ornitologia brasileira nos últimos 140 anos, disse à AFP o ornitólogo do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, Luís Fábio Silveira.

«Três ou quatro espécies de aves são descobertas por ano em todo o mundo. A surpresa é a descoberta de 15, o que prova a riqueza da biodiversidade na Amazónia e a necessidade de a preservar», declarou o cientista.

Algumas das espécies de aves agora descobertas vivem no leste da Amazónia (Estados do Pará e do Mato Grosso), «em habitats muito restritos e estão já ameaçadas de extinção devido à desflorestação», acrescentou.
Redação / PP