Portugal vai produzir o primeiro ventilador certificado pela marca CE com requisitos para ser utilizado em cuidados intensivos, anunciou esta segunda-feira a Ordem dos Médicos (OM).

O equipamento, batizado como SYSVENT OM1, foi desenvolvido pela Ordem dos Médicos e a SYSADVANCE.

De acordo com a Ordem dos Médicos, o desenvolvimento e certificação ocorreu "em tempo recorde, para este tipo de dispositivo, num grande esforço envolvendo a equipa de desenvolvimento da SYSADVANCE", um grupo de médicos especialistas em Cuidados Intensivos indicados pela OM, bem como laboratórios acreditados em 3 países.

Este ventilador é para nós um motivo de grande satisfação. As máquinas não funcionam sem capital humano altamente diferenciado, mas um equipamento fiável é também determinante para o sucesso do tratamento dos doentes, pelo que termos o primeiro ventilador certificado em Portugal é para nós uma grande alegria em tempo de notícias nem sempre boas”, explicou o bastonário da OM, em comunicado.

A produção vai ser iniciada de imediato, sendo as primeiras unidades destinadas a Portugal e República Checa.

Rafaela Laja