Quatro instituições finlandesas divulgaram esta quinta-feira uma simulação tridimensional para mostrar a propagação do novo coronavírus através do espirro ou tosse em ambiente fechado, nomeadamente um supermercado.

Os investigadores da Universidade Aalto, do Instituto Meteorolóigico Finlandês, do VTT – Centro Técnico de Investigação da Finlândia e da Universidade de Helsínquia têm realizado testes para compreender por quanto tempo as pequenas partículas transportadoras do novo coronavírus podem ficar no ar. Os primeiros resultados atestam que o vírus pode “sobreviver” mais tempo do que inicialmente se pensava.

Na simulação em vídeo, uma pessoa tosse num corredor do supermercado. As gotículas com o novo coronavírus acabam por ser transportadas pelo sistema de ventilação artificial do ar condicionado para outros corredores.

Basta um minuto para as gotículas com o novo coronavírus já estarem no corredor do lado. Uma casualidade que aumenta a probabilidade de contaminação de outas pessoas.

Ao fim de seis minutos, no local onde a pessoa infetada tossiu ainda há vestígios do vírus.

A Finlândia já realizou 39 mil testes e tem atualmente mais de dois mil e 600 casos confirmados de infeção pela Covid-19. O número de mortos chegou esta quinta-feira a 42 e 82 pessoas estão em estado crítico.

Verónica Ferreira