A cápsula Dragon que transporta os astronautas da agência espacial norte-americana (NASA) já acoplou à Estação Espacial Internacional, após terem partido no primeiro voo privado rumo ao espaço, no sábado pelas 20:22 (hora de Lisboa).

Foi às 15:17 (hora de Lisboa) que a cápsula Dragon, da empresa SpaceX, começou a acoplagem à Estação Espacial Internacional, enquanto sobrevoava uma área de fronteira entre a Mongólia e China.

A acoplagem ficou completa às 15:30.

Os pilotos Doug Hurley e Bob Behnken estavam preparados para tomar o controlo manual da operação de acoplagem à Estação Espacial Internacional, mas o processo decorreu de forma automática, sem necessidade de assistência.

A cápsula da SpaceX está agora a seguir procedimentos de despressurização e de ligação à Estação Espacial Internacional, até que os astronautas possam abrir a escotilha e juntar-se aos outros três tripulantes da estação, um americano e dois russos.

A acoplagem ocorreu 19 horas depois da partida do Cabo Canaveral, na Florida, nos Estados Unidos, no primeiro voo espacial tripulado com origem nos Estados Unidos desde 2011, tratando-se ainda da primeira vez que uma nave espacial de construção e gestão privada levou astronautas para o espaço.

Entre 2011 e hoje, os astronautas norte-americanos tinham acesso ao espaço através de lançamentos na cápsula Soyuz, a partir da base russa de Baikonur, localizada no Cazaquistão.

Os astronautas a bordo da Dragon reportaram, horas antes da acoplagem, que a viagem estava a decorrer sem problemas, de acordo com a Associated Press.

Os três tripulantes da Estação Espacial Internacional também ligaram câmaras direcionadas à cápsula, auxiliando os controladores de voo da SpaceX, que observavam a operação a partir da sede em Hawthorne, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos.

Os dois astronautas assumiram o controlo e pilotaram da cápsula por alguns momentos do voo espacial, ligando posteriormente o modo automático.

A NASA ainda não decidiu quanto tempo os astronautas irão permanecer na estação internacional.

O presidente da SpaceX, o empresário Elon Musk, disse esperar que este "seja o primeiro passo numa viagem da civilização até Marte".

/ Publicado por MM