A organização da cimeira de tecnologia Web Summit anunciou hoje que o evento está “oficialmente esgotado”, ressalvando que ainda existem bilhetes disponíveis para estudantes dos 17 aos 26 anos a um preço simbólico.

A Web Summit 2018 está oficialmente esgotada! Estamos muito entusiasmados para dar as boas-vindas aos mais de 70 mil participantes que vão estar em Lisboa nos próximos dias”, indica a organização numa nota hoje divulgada.

Ainda assim, a organização assinala que “ainda restam os últimos bilhetes Inspire”, com um valor de cinco euros por dia e que se destinam a jovens estudantes entre os 17 e os 26 anos.

A previsão é que também estes bilhetes “sejam vendidos nas próximas horas”, segundo a organização.

A poucos dias da cimeira de tecnologia Web Summit, a organização informou esperar que esta seja “a maior e a melhor” edição de sempre.

Veja também:

Segundo dados facultados pela organização à agência Lusa, na edição deste ano, a terceira em Lisboa, haverá “três novos palcos” na Web Summit: o “DeepTech”, no qual estará em foco o impacto de tecnologias como a computação e a nanotecnologia na indústria e na vida quotidiana; o “UnBoxed”, onde críticos de tecnologia irão analisar produtos eletrónicos; e ainda a “CryptoConf”, que debaterá assuntos como as moedas digitais.

Ao todo, serão “25 diferentes conferências dentro de uma só cimeira para discutir realidades relacionadas com a tecnologia, em áreas como o ambiente, o desporto, a moda e a política”, aponta a Web Summit.

Quanto aos oradores deste ano, destacam-se personalidades como o antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair, a atriz Maisie Williams, o presidente executivo do eBay, Devin Wenig, o presidente executivo da Nestlé, Mark Schneider, o ‘designer’ de moda Alexander Wang e o presidente da Microsoft Corporation, Brad Smith, entre outros.

Dos oradores portugueses fazem parte o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, o comissário europeu Carlos Moedas, o primeiro-ministro, António Costa, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

À semelhança das outras edições, haverá eventos paralelos à cimeira, desde logo “duas grandes iniciativas” nos dias anteriores, de acordo com a organização.

Em causa está, assim, uma conferência sobre inovação corporativa, destinada apenas a convidados que trabalham na área da inovação de “algumas das maiores empresas do mundo”, como a Mozilla, a Allianz Technology, a General Motors, a P&G, a Vodafone, a Lamborghini, entre outras.

Já no próximo fim de semana, anterior à Web Summit, decorre a iniciativa Surf Summit, na Ericeira, na qual empreendedores, investidores e oradores se juntam para dois dias de atividades ao ar livre.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa, devendo permanecer na capital portuguesa até 2028.

A edição deste ano realiza-se entre segunda e quinta-feira na Altice Arena e na FIL.

Títulos especiais e como chegar

A Carris, a CP e o Metro de Lisboa criaram títulos de transporte com descontos específicos para a Web Summit 2018, que se realiza na Altice Arena e na FIL, em Lisboa, entre segunda e quinta-feira da próxima semana.

Numa nota, a Carris referiu que os títulos especiais criados para o evento dão direito a viajar nos três operadores durante três dias completos pelo valor de 20 euros e durante cinco dias pelo valor de 30 euros.

Os títulos estarão à venda no aeroporto (de 3 a 6 de novembro) e na Gare do Oriente (de 5 a 7 de novembro), locais onde estarão também equipas dos três operadores que darão informações acerca das melhores soluções de transportes para aceder ao evento.

A Carris salientou ainda que “foi criado um produto online nas duas modalidades indicadas acima e na modalidade de um dia, embora com um desconto adicional de 7,5% e de 16,7% respetivamente”.

Este produto ‘voucher’ está divulgado no site do evento e no site do Metro. Depois de ser comprado tem de ser trocado pelo título físico em qualquer máquina de venda automática do Metro”, salientou.

Numa parceria entre a Carris e a plataforma de táxis ‘mytaxi’ será possível também, de segunda a quinta-feira, utilizar táxis partilhados com o preço máximo por utilizador de cinco euros dentro do município de Lisboa.

O serviço estará disponível via plataforma ‘mytaxi’ através da funcionalidade que será lançada especificamente para os dias em que decorre a Web Summit”, sob a designação “mytaximatch CARRIS” e “irá permitir a partilha de viagens de táxi até dois utilizadores distintos (no máximo quatro passageiros) que tenham como origem ou destino o Parque das Nações”, informou, pelo seu lado, a plataforma de empresários do táxi.

Pelo seu lado, o Metropolitano de Lisboa já tinha anunciado que vai monitorizar a circulação na linha Vermelha durante a realização da Web Summit, com o objetivo de procurar ajustar a oferta à procura.