Chega esta quinta-feira a Portugal o Facebook Dating, a plataforma que permite marcar encontros amorosos e que, em território luso, terá o nome de "Encontros do Facebook", prometendo ser uma rival do Tinder,  Bumble ou OkCupid.

Desde o lançamento desta plataforma, inicialmente disponível em apenas vinte países, o Facebook já identificou mais de mil milhões e meio de matches, isto é, de ligações bem-sucedidas”, refere o Facebook em comunicado. 

Só é possível usar o serviço quando já se tem conta no Facebook e o nome mostrado aos restantes utilizadores é sempre aquele que figura na primeira conta, para evitar perfis falsos. E cada utilizador pode até partilhar conteúdo do "Dating" no Instagram e no Facebook.

Marcar um "encontro" é simples: se um utilizador se interessar por alguém presente na rede, envia-lhe um coração. O escolhido, alertado para o interesse, pode imediatamente começar um encontro virtual, ou seja, uma videochamada - funcionalidade importante sobretudo em tempo de pandemia. 

Também é possível adicionar "secret crushes", ou seja, paixões secretas. Um utiizador pode escolher como paixão secreta no "Dating" um amigo do Facebook, sem que este saiba. Mas, se este amigo também colocar o primeiro utilizador como "paixão secreta", ambos são notificados. 

A plataforma é grátis, já que o Facebook ganha com a publicidade mostrada a cada utilizador do Dating. Ao registar-se, cada internauta deverá divulgar a sua localização, altura, género, número de filhos e religião de um eventual parceiro ideal. A aplicação sugere então correspondências de utilizadores, com base nas preferências e informações partilhadas por cada potencial parceiro. 

Bárbara Cruz