Os dados ainda são provisórios, mas os números divulgados esta quarta-feira pela Agência Espacial Europeia (ESA) mostram que 321 portugueses apresentaram a sua candidatura a astronautas.

Há apenas seis vagas para astronautas de carreira e vinte para uma nova reserva de astronautas a ser criada pela ESA.

No total, mais de 22 mil pessoas concorreram, um valor que representa um crescimento de 37,2% face às 8.413 candidaturas entregues em 2008, altura em que aconteceu o último processo de seleção de astronautas conduzido pela ESA.

Também a percentagem de candidatas femininas subiu, passando de 15,3% para 24% do total, o equivalente a 5.419 candidaturas, uma tendência que se sentiu igualmente em Portugal.

No total das 321 candidaturas portuguesas 61, ou 19,1%, são de mulheres (mais do dobro quando comparado com 2008).

Quando comparados com os valores de 2008 vemos que Portugal teve um acréscimo de mais de 50% no número de candidatos, o que é significativo, mas talvez o mais importante a reter seja o facto do número de mulheres portuguesas que querem ser astronautas ter duplicado, o que nos deixa muito satisfeitos”, disse Hugo Costa, diretor da Agência Espacial Portuguesa – Portugal Space

Rafaela Laja