O primeiro satélite artificial completamente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil será lançado no espaço no próximo domingo, em Sriharikota, na Índia.

O satélite brasileiro, chamado Amazónia 1, terá como missão principal fazer observação e monitorização da Terra.

O projeto é fruto de um desenvolvimento conduzido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

Carlos Moura, presidente da Agência Espacial Brasileira, que está na Índia para acompanhar o lançamento, frisou num webinar sobre o projeto, realizado no dia 23, que o envio do satélite brasileiro ao espaço concretizará uma etapa importante do programa espacial do país.

“Na parte de deteção remota nós ainda não tínhamos conseguido desenvolver, por meios próprios, autonomamente aqui no Brasil, o nosso próprio satélite”, contou Moura.

O Amazónia 1 tem este condão e finalmente poderemos dizer que temos um satélite completamente concebido, desenvolvido e que será operado aqui no Brasil. É um marco histórico da missão espacial brasileira”, acrescentou.

O presidente da Agência Espacial Brasileira também explicou que o satélite será lançado na Índia porque o Brasil, que tem uma base de lançamento em Alcântara, na região nordeste, ainda não tem uma estrutura de lançamento adequada.

Muitas pessoas perguntam-nos se a Agência Espacial do Brasil não poderia estar a lançar o seu próprio satélite, nós não temos [a base espacial de] Alcântara? Sim. A nossa ambição é que os nossos satélites sejam lançados aqui no Brasil, pelo menos a maioria deles”, explicou Moura.

“Este satélite tem um porte um pouco maior (…) hoje não poderia ser lançado [no Brasil] porque não temos ainda nem uma estrutura nacional própria [de lançamento] e nem uma empresa operando em Alcântara com uma estrutura que pudesse lançar este satélite. Por isto, foi feita uma concorrência internacional e ganhou a estrutura indiana. Estamos muito confiantes que o lançamento será feito adequadamente”, acrescentou.

Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil, o lançamento dos satélites Amazonia-1 e outros 18 satélites a bordo do veículo PSLV-C51 está programado para acontecer no domingo, às 10:24 do horário da Índia (04:54 em Lisboa).

O satélite sairá da terra na Primeira Plataforma de Lançamento do Centro Espacial de Satish Dhawan em Sriharikota, Andhra Pradesh, na Índia.

. / MJC