A Rússia vai informar os seus parceiros internacionais que vai abandonar o projeto da Estação Espacial Internacional (EEI) a partir de 2025, anunciou o vice-primeiro-ministro russo, Yuri Borisov.

Informaremos de modo sincero que deixaremos a EEI a partir de 2025", disse Borisov numa entrevista à televisão pública russa.

Segundo a rede Rossiya 1, a decisão foi aprovada em 12 de abril durante uma reunião do Presidente russo Vladimir Putin com líderes da indústria espacial do país, onde também foram discutidos os planos da Rússia para a construção de uma estação.

O prazo de exploração da EEI, que começou a ser construída em 1998, expira em 2024, mas várias fontes sugeriram anteriormente a possibilidade de estender a sua vida útil até 2030. A agência espacial federal russa “Roscosmos” até agora limitou-se a confirmar que a decisão sobre o futuro da EEI será feita com base no estado técnico dos seus módulos.

"Assim que essa decisão for tomada, começaremos as discussões com nossos parceiros sobre as condições e formas de interação após 2024", afirmou a Roscosmos.

/ MJC