Um estudo científico publicado na Nature Medicine Magazine põe em causa a teoria, que tem sido levada como verdade, de que o SARS-CoV-2, o novo coronavírus, foi transmitido de animais para homens há apenas alguns meses.

Eu acho que o vírus já circula em humanos há algum tempo. Há quanto tempo? Podemos nunca conseguir reconstruir esse caminho. Pode circular há já meses, mesmo anos", garante à CNN Ian Lipkin, epidemiologista, professor na Columbia Mailman School of Public Health.

Outro dos autores do estudo, Robert Garry, professor na Tulane University School of Medicine, também confirmou à CNN que é provável que o vírus circule entre humanos há mais tempo do que se imagina, mas sob uma forma menos letal. Ao longo destes meses, ou anos, o microorganismo foi sofrendo mutações que o tornaram mais infeccioso até chegar ao monstro que é considerado nos dias de hoje.

A faísca que espoletou isto aconteceu há apenas alguns meses, mas pode ter havido outras faíscas que fizeram surgir o vírus, mas que causaram fogos mais pequenos, que simplesmente não detetámos. Há alguns coronavírus que conhecemos, que circularam entre humanos durante décadas, antes de descobrirmos o primeiro".  

Andrew Cunningham, epidemiologista veterinário na Sociedade Zoológica de Londres também confirma esta teoria:  "Provavelmente sofreu algumas adaptações aos humanos antes de saltar para eles, depois adaptou-se de uma forma mais consistente e melhorou a capacidade de infetar e transmitir-se entre pessoas".

Ainda assim, é importante frisar que este estudo não é uma certeza absoluta, mas uma possibilidade, a par de muitos outros trabalhos científicos que tentam dar a conhecer ao mundo o vírus que nos últimos tempos tem ameaçado a espécie humana.

Emanuel Monteiro