“Parece que os fatores presentes nas pêras coreanas atuam nas enzimas que envolvem o metabolismo do álcool, álcool desidrogenase e aldeído desidrogenase, conseguindo acelerar o metabolismo do álcool e eliminar ou inibir a absorção de álcool”, afirmou Manny Noakes, um dos cientistas responsáveis pelo estudo.