O motor de busca Google suspendeu a busca em tempo real de informações da rede social Twitter, devido ao fim do contrato com a rede social e ao lançamento da nova rede social Google+.

Na nova rede social, o motor de busca terá uma nova fonte de dados para buscas em tempo real.

O «Washington Post» questiona a relevância da rede social Twitter na pesquisa em tempo real e põe em causa o futuro da nova rede do Google sem o acompanhamento da rede de microblogging, chegando mesmo a especular uma compra do Twitter pelo motor de busca.

De acordo com o «CiberPaís», o Google irá assegurar, para já, a procura de resultados para as buscas no Twitter pelos feeds dos utilizadores e admite ainda uma estratégia de concorrência com o Facebook que recusou contribuir com informação para o Google Realtime Search.

A rede social de Mark Zuckerberg bloqueou a única aplicação do Google Chrome que permitia a exportação de dados dos utilizadores para a rede social do Google, sendo que o objectivo é evitar que os utilizadores passem para a rede social Google+.
Redação / SC