Na Alemanha, o protótipo do "táxi voador", o Jet Lilium, ultrapassou os 100 km/h, nesta terça-feira. 

A empresa alemã Lilium, sediada em Munique, está a trabalhar numa aeronave que consiga descolar verticalmente e transportar passageiros. O objetivo é a criação de um serviço de transporte capaz de evitar atrasos inesperados.

O protótipo é movido por 36 motores elétricos, que são alimentados através de baterias.

Este último ensaio surgiu seis meses depois do Jet Lilium, de cinco lugares, ter pairado sobre um aérodromo em Munique. Até ao momento, o "táxi voador" tem sido testado remotamente, por ainda não estar certificado para voar com um piloto.

Como já tinha sido anunciado, o objetivo da empresa Lilium, que conta com investimentos no projeto na ordem dos 100 milhões de euros desde 2015, é oferecer um serviço de táxis voadores até 2025.

Os criadores acreditam que, assim que o negócio estiver estabelecido, uma viagem de cerca de 30 quilómetros poderá custar cerca de de 63 euros.

Espera-se ainda que o "táxi voador" seja capaz de fazer uma viagem de 300 km em cerca de uma hora.